Declaração do Encontro Nacional Unitário dos Trabalhadores e Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas — Terra de Direitos « Sociologia e Direitos Humanos

Declaração do Encontro Nacional Unitário dos Trabalhadores e Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas — Terra de Direitos « Sociologia e Direitos Humanos.

 

Marcha com 10 mil pessoas pelas ruas da capital do país marcou o encerramento do Encontro Nacional Unitário dos Trabalhadores e Trabalhadoras e Povos do Campo, das Águas e das Florestas, no dia 22 de agosto. Os três dias de encontro selaram a articulação conjunta entre as 13 principais entidades que militam na questão agrária no Brasil.

O documento final do Encontro Unitário apontou diversas críticas ao atual modelo de desenvolvimento do meio rural, centrado no agronegócio. Entre os principais pontos apresentados está a desapropriação de terras não-aproveitáveis com área superior a 500 hectares; pagamento de indenização mediante títulos da dívida pública; concessão gratuita das terras devolutas aos camponeses; entrega de títulos de propriedade aos atuais posseiros; estímulo à produção cooperativa.

Tecle no link acima e leia a carta na íntegra